.

.

domingo, 23 de maio de 2010

MENUDO, TPM, COISAS & TAL...

Foi exatamente esse o conteúdo do bilhete deixado - dentro - da minha apostilha de Biologia... Inacreditável! Como pode um namoro de dois anos, cinco meses e três dias acabar assim, do nada: PLUFT!. E o pior, sem explicação nenhuma. Ela só podia ta doida! Fui ter com ela nos corredores da escola, lógico! Então...

- Nem pense em se aproximar de mim... Se der mais um passo, eu faço um escândalo.
- Mas Tetê, eu...
- A-N-A T-E-R-E-S-A!!! Meu nome é Ana Teresa. Só quem me chama de Tetê é minha mãe, que me pariu, e meu pai que me sustenta. E você não é ninguém!
- Meu Deus! Que foi que eu fiz?
- Naaaada! Vocês homens nunca fazem nada... Uns “santo”!!!.
- Peraí...
- Peraí o quê? Você apronta e depois quer se explicar... Pra mim A-C-A-B-O-U. Isso foi a gota d’água. Nunca pensei...
- Mas...
- Mas, uma pinóia! Fique calado. Num sabe escutar não é? Que coisa! Ainda não terminei de falar... Nunca pensei que um dia você pudesse fazer um negócio desses comigo...
- Mas o que foi que eu fiz?
- Quer mesmo saber? Quer? Pois eu digo: Como é que você foi capaz de permitir que eu fosse para o Show dos Menudos com minhas amigas... Eu que não era “neeem - tããão - fãããã”, assim, deles.
- Como não? Tinha tudo deles... Álbum de figurinhas, pôsteres, revistas, camisas e todos os LPs...
- Engano seu... Não “me” reprima! Você é que NUNCA foi suficientemente inteligente para perceber que eu só gostava dos Menudos por sua causa.
- Como é ?
- Isso mesmo! Só gostava dos Menudos porque achava o “Charlie” a sua cara. E também, porque ele era o “menos” Gay dos cinco...
- Agora você me ofendeu...
- Ofendi nada. Você jamais, em momento algum, poderia ter permitido que eu fosse aquele show...
- Mas o que foi que aconteceu lá?
-Você é realmente um insensível... Um incapaz! Não sabe compreender uma garota de dezesseis anos... (lágrimas, lágrimas e lágrimas).
- ?????????
- E sai pra lá... Não preciso do seu consolo.
- Peraí...
- Peraí, Peraí, Peraí... Só sabe dizer isso é? Ôxe! O problema meu filho! É que você não poderia ter deixado que eu fosse para o show dos Menudos, e pronto. Só isso!
- Eu ia fazer o que então?
- Sei lá... Fizesse alguma coisa! Me impedisse; me trancasse; me amarrasse...
- Tu ta ficando é doida, visse...
- Doida? Eu tô é cansada dessa tua carinha de Menudo. Se fosse outro, dava uns gritos em mim, e pronto. Proibia-me de ir e tava acabado. Mas nããão!!! Concordou na hora, sem nenhuma resistência.
- Agora você endoidou de vez...
- E ainda tem mais... Tive que ir ao Show dos Menudos com uma espinha gigantesca bem no meio da minha testa. Um castigo!
- Posso falar?
- Ainda não! Num terminei... E quer saber por que tenho todas essas espinhas no meu rosto? E porque hoje a minha cara esta toda marcada, esburacada, monstruosa... Um horror! Por sua causa. A culpa é sua...
- Minha?
- É sim. Já esqueceu foi? De todas as caixas de chocolate que você me deu nesses dois anos, cinco meses e três dias de namoro? Quinze! Foram quinze caixas de chocolate! E tenho a prova disso, ta. Guardei todas... Seu monstro!.
- Monstro?
- É, e o mais feio de todos. Vai dizer que nunca se olhou no espelho? Monstro, monstro, monstro e monstro... Não tem mais nada de Charlie do Menudo. É um Pedro de Lara!!! Você é um monstro e quer me transformar numa “monstra” também, me enchendo de chocolates...
- Mas num era você que vivia dizendo que adorava ganhar chocolates?
- Ah, são os comerciais de TV que coloca esse tipo de coisa nas nossas cabeças. E você - feito besta - é o primeiro a acreditar. Li na CAPRICHO desse mês que chocolate, refrigerante e brigadeiro são os maiores inimigos das adolescentes... Ve-ne-nos! Tu não achas?
- Eu acho que...
- Não precisa nem terminar de dizer a frase. Já entendi tudo... Sua opinião é igual à de todos os namorados das minhas amigas. E sua opinião pra mim, não vale um tolete de “bosta”. Pois fique você sabendo que eu NÃO vou abrir mão de comer meus brigadeiros, só porque você acha que tenho uns pneuzinhos do lado...
- Eu não disse isso...
- Mas pensou! Dá no mesmo...
- ?????????
- E outra coisa, não existe mulher sem “pneuzinho” neste mundo. Eu vi as fotos da Angélica de biquíni na praia com o César Filho e a primeira coisa que observei foi um pneu enoooooome. Tipo pneu de trator! Sabe como é né...
- Sei...
- Sabe nada... Ah! Lembrei de uma outra coisa. Não me dê NUNCA mais essas blusinhas de alça, folgadas na cintura. Vou entender como uma afronta, um desaforo... Sei que tenho minhas gordurinhas localizadas e não precisa ser sutil pra me lembrar... Eu te mato se você me der novamente uma blusa dessas. Fale a verdade agora! Eu estou ou não estou gorda?
- (Silencio Total! E quem é doido de responder?)
- O seu silêncio já disse tudo. Ficou caladinho desse jeito porque sempre me achou gorda. Imensamente gorda... Uma baleia! Eu sabia... ( lágrimas, lágrimas e lágrimas...)
- Posso falar agora?
- NÃO! É que pra vocês homens é tudo muito simples. Basta um Jeans Staroup fubento, uma camiseta Hering e ninguém repara. Eu saio com um fio de cabelo fora do lugar, e a escola toda percebe... E imagina, eu, agora? Gorda desse jeito... Não tenho uma roupa que preste. Nada me cabe, e eu não caibo em nada. O meu guarda roupa esta TODO perdido... (lágrimas, lágrimas e lágrimas).
- (silêncio novamente).
- Vai falar nada não é?
- Posso?
- Pode...
- Mas meu amor, pior são as mulheres da Etiópia. Coitadas! Que nem um “molambo” possui para vestir. E com a quantidade de roupa que você tem, dá pra montar um brechó...
- Eu não acredito no que acabo de escutar de sua boca! Lá vem você com suas comparações estúpidas. Pode parar... Essa doeu na alma! Só pode ser uma provocação de sua parte. Mulheres da Etiópia e Eu? Ou melhor, as mulheres miseravelmente magras da etiópia e as mulheres absurdamente gordas do Brasil, por acaso, EU... Foi isso que você quis dizer né? Ta satisfeito agora... Quanta insensibilidade!!! (lágrimas, lágrimas e lágrimas).
- Agora lascou... Fudeu!
- Porque, me diga? Porque você permitiu que eu fosse ao show dos Menudos? Se você gostasse um pouquinho de mim, não teria deixado. Porque? Seu insensível, bruto, estúpido, nojento, asqueroso, abominável, odioso, baixo, desprezível...
- ( Psiuuuuuuuuuu... Silencio!Ninguém responde.) Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

23 comentários:

Cris disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Pedro de Lara foi cruel.....rsrsrsrsrs

Pois é! As mulheres possuem uma linguagem, um dialeto que algumas vezes lançam mão e que vcs homens até hoje não conseguiram decifrar...aprender.
Quer saber? O dia que vcs conseguirem ler todas nossas intenções, pensamentos e idéias mirabolantes o mundo vai perder a graça.
Aguenta essa bronca.....rs

Muito legal o texto.

beijo pra vc, Pedro.....kkkkkkkkk

Tertúlias... disse...

Adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Robson Schneider disse...

Concordo com a Cris! Pedro de Lara matou hahahahaa


Mas perai ai? ela não usava leite de rosas pelo visto? se ferrou...

Abração Dhotta

Dona Sra. Urtigão disse...

Divertido o texto. Mais ainda porque minha filha morre de vergonha se dissermos que era fã dos menudos, "com álbum, poter..." Hshshs

Paulo Braccini disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Pedro de Lara é PHODA ...

Se ela usasse Creme de Beleza PONDS nada disto aconteceria ... kkkkkkkkk

bjux

;-)

Socorro Melo disse...

Marcos,

Tô morrendo de rir... Nossa, você falou demais, rsrsr! Que garota brava, não? Mas, olha, é assim mesmo, toda mulher é enigmática, imprevisível... E a TPM nos arrasa ainda mais. Não importa se temos 14 ou 60 anos, parece que nossa natureza é imutável, rsrs.
Muito legal seu texto, fiquei até com dó de você, rsrsrs...

Socorro Melo

Luna Sanchez disse...

Sacanagem ter permitido que a moça fosse ao show do Menudo...Eu também não perdoaria. =(

Rs

Beijo, beijo.

ℓυηα

Jannine disse...

De TPM eu entendo...e de MENUDO mais ainda, só uma ressalva, eu era louca pelo Robby e não acho Charlei era o menos gay, era o Robby, claro!
Beijão.

Pati Araújo disse...

Oi Dhotta,

Menino, que TPM 'braba' e ainda misturada com Menudo, ai, ai...
Aqui em casa minha irmã também gostava do 'Charlie', achava ele liiindo.
Essa parte de parecer o Pedro de Lara... a Tetê, quer dizer a Ana Teresa, pegou pesado.
Dhotta, tadinho de vc...a Tetê te massacrou!!

Beijos :)

Marliborges disse...

Pois é, li não sei onde que as mulheres falam uma linguagem "vago-específica"! Pelo visto, é a própria!!! Gostei do texto. Divertido!!! Bjsssssssss

Lusa Vilar disse...

Dhotta,

Isso aconteceu mesmo ou tua imaginação é fértil até esse ponto?
Menino, eu ri demais com este diálogo louco, é impressionante a forma como descreves a cena!
Está certo que impanturrar a moça de chocolate tem alguma coisa haver contigo, mas te comparar a Pedro de Lara foi cruel. Nunca mais queira saber dela, Dhotta, isso foi imperdoável, kakakakka.
Beijos
Lusa

Marco disse...

Rapaz...
Depois a mulherada fica fula quando a gente diz que é impossível compreendê-las.
Já participei de discussões escalafobéticas como essa, em que eu parecia estar diante de uma nativa do planeta Saturno...
Acredite, amigo Dhotta: numa discussão com mulher nós NUNCA vamos ter razão.
Ótimo texto, Pedro de Lara, ops!, quer dizer, Marcão!
Bom final de semana. carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Dhotta, menino que texto maravilhoso, primoroso, gostoso de ler.

Ísto é uma verdadeira peça de teatro.

Garoto vc é talentoso.

Parabéns!

Muito grata por me fazer rir!
Enaide Alves de Lima

Nanael Soubaim disse...

Menudo foi um tipo de TPM em vinil. Agora sabes que não se deve abrir panela de pressão ainda quente, deixe esfriar.

Gata Lili disse...

Nossa, que imaturidade e falta de consideração por vc. Viu que ela nem sua amiga era antes de tudo. Oi, deixa eu me apresentar, sou Gata Lili e vim conhecer seu blog. Se curte gatos, vem ver o meu. Seu blog é muito legal. Gostei muito.

Paulo Braccini disse...

"O que eu quero de você depois te falo" ... Depois? como ousa? kkkk

bjux

;-)

Rodrigo Teixeira disse...

Gostei, muito, daqui... voltarei!

forte abraço, meu caro.
=D

Clenes Mendes Calafange disse...

Marquinhos! Hilário esse post! Você não sabe, mas ri horrores! Agora que te adicionei, sempre farei visitas!
beijos, amore!!

Serginho Tavares disse...

Como eu não conhecia este blog antes??????
ADOREI E VIREI AQUI MAIS VEZES!

Danielle disse...

Que maravilha de blog (conheci-o pelas Tertulhas do nosso amigo Ricardo)! Gostei de tudo, a começar pela trilha sonora!

Bjs
Dani
www.ofilmequeviontem.blogspot.com

Gabriela Simões disse...

ahahah! Maravilhoso o seu textoo!
As mulheres,por vezes, são muito complicadas mesmo!
E vc conseguiu representar isso muito bem! rsrsr!!

Parabéns!!
Beijo!

Bruxx disse...

Marcos querido, como vai?
Eu rí aos litros, com o texto.
Felizmente, eu nunca torturei meus namorados dessa forma... kkk

..."menos gay", é ótimo... kkk

Beijokinha saudosa, cheia de energias azuis!

Raphael disse...

Ah... E eu que sempre admirei os tempos antigos por pensar que naqueles mesmos tempos as mulheres eram mais decentes...

Bom eu ter nascido nos 90's, pelo menos tem os videogames para largar as mágoas =]

PS: Eu teria mandado ir a merda no segundo grito. Mandava se tratar, tomar um rivotrilzinho, sei lá.