.

.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

OS PRODUTOS "POM POM" E A LINHA INFANTIL DA JOHNSON & JOHNSON... QUEM NÃO SE LEMBRA ?

Não me olhem assim... Por favor! Juro que não estou “grávido”. Este post é apenas, e tão somente: “Pura Nostalgia...” Definitivamente! Não me imagino mais sendo pai, pelo menos não daqui a uns 50 anos. Acho que não nasci para cuidar de ninguém. Pois sou do tipo do cara que se você me der três tartaruguinhas para cuidar, uma foge, a outra engravida e a terceira faz cirurgia de mudança de sexo. Enfim, vamos ao post...  Ao ver todos esses produtos infantis, tipo fraldas, talquinhos, lavandas, sabonetes e todo o resto, me veio a mente o tempo em que minha irmã era bem pequenina. Isso tudo lá pelos idos anos 70. Eu lembro que as marcas Johnson & Johnson, Pom Pom e York viraram uma febre naquela época. Todo bebê possuía um kit assim...  E minha irmã logo que nasceu ganhou vários “conjuntinhos” deste tipo. Uma graça de produtos retrô, né não? Apesar de não saber cuidar “a contento” de crianças, adoro apertar um daqueles bebes bem “xerozim”.
Minha memória olfativa é impressionante, assim que vi esses produtos  estampados numa antiga revista Pais&filhos... Nossa! Foi a mesma coisa que tirar um belíssimo passaporte para aquela época. O cheiro dos tais produtos de tempos d’antanho invadiu minh’alma... (poético, não?).  Eu tinha cinco anos quando minha irmã caçula nasceu. Ela - literalmente - tomou meu lugar de “fofinho” da família... Daí eu escutava da sala os risos e todos os comentários da minha mãe, tias, avós e visitas: “Que menina linda !”; “Uma princesinha...”; “É a cara da mãe!”; “Uma bilu - bilu tetéia”... E ao escutar tudo isso, já viu né? Uma avalanche de pensamentos menos nobres invadiu minha cabecinha de cinco pra seis anos. Ficava torcendo pro meu avô (que era altíssimo) brincar de aviãozinho com ela... Sabe por quê? Pra que ela se enroscasse no ventilador de teto (rs!!!) Coisa de “mininum” desmiolado. Pois é, tais pensamentos intrusos faziam de mim uma “criançinha” má. Todo dia era dia de maldade com a minha “irmãzinha querida”. Já havia colado chiclete ping - pong no cabelo dela, comido todo o estoque de potinhos de sopa nestlé e - principalmente - escondido todas as chupetas e os bicos de mamadeira que ia encontrando pela frente... Mas um dia minha mãe - “dona daquela caçulinha medonha” - resolveu dar uma passadinha na farmácia que ficava pertinho de casa. E como eu estava sem fazer nada, só assistindo o Globo Cor Especial, coube a mim observar o bebe por alguns minutos... Pensei: Essa é a minha chance de acabar com o reinado dela!!! Na hora passou mil coisas na minha cabeça... Mas bastou ela olhar nos meus olhos, e com aquele sorrisinho banguelo, me desarmou todo. Daí eu peguei o ursinho (talco) da Pom Pom e dei pra ela.  Naquele momento nascia um grande amor... Enfim! Apesar de minhas maldades, minha irmã sobreviveu. Hoje ela me ama e ainda é linda, mesmo depois das cirurgias plásticas. 
Estes produtos são da década de 60 e 70. Verdadeiros ícones de uma infância feliz e cheirosa!  Hoje  pediatras não mais aconselha o uso de talco em crianças muito pequenas. Uma vez que pode causar complicações respiratórias... Uma pena! Pois o cheiro do talco Pom Pom é uma lembrança viva em mim. 
Essa era a linha completa dos produtos Pom Pom. Faz um bem danado rever tudo isso.
Quem nasceu e viveu nos anos 60 e 70 há de se lembrar desses kits dos produtos Pom Pom.
Eis o tal Ursinho (talco) da Pom Pom que falei logo à cima.
A Nova Linha Infantil Johnson - Anos 60 -
Nossa! Nem sei se esses produtos ainda existem... Igiapel? Cremóleo?
E as fraldas de pano? Meu Deus! E o conjuntinho de broches para prender as fraldas.Um perigo! Capaz de furar o umbigo da criança. Usaram tanto esses prendedores em mim e em meus irmãos, mas ninguém nunca furou nossos umbigos. Mães e tias cuidadosas... 
É! Saudades dos meus tempos d'antanho... Dedico este post a minha amada irmã Betânia (a caçulinha) e a Ana Maria Caldatto, cuja sensibilidade para garimpar desejos, sonhos e objetos de outrora ultapassa limites.

16 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

eu e todos os meus irmãos e irmãs fomos criados com estes produtos ... aina lembro do perfume deles ...

e o Pompom tinha Protex ... rs

bjão

Fernanda disse...

Eita, até "senti" o cheiro do talco daqui, rsrsrs. Nem lembrava direito das embalagens, mas só vendo as figuras parecia que estava vendo o cestinho do meu irmão caçula com os produtos dentro. Valeu!

JAN disse...

SAUDADES DAS MINHAS CRIANÇAS...

ABRAÇO
JAN

As Tertulías disse...

Adoro!!!!!!!!!!

Moonlight & Star disse...

Quantas saudades destes produtos. Eu usei quando bebe e meu filho tambem usou.

Linda Simões disse...

Amigo conterrâneo,

Ainda hoje compro colônia johnson e uso depois do banho da noite, antes de dormir...

Adoro!

"Pompom com protex, protege o neném (bebê)..."

...

Beijoquinhas de carinho,

Linda Simões

angela disse...

O cheiro realmente era bom demais e inconfundível. Agora, aina bem que as crianças se livraram das calças plasticas...ninguém merece, nem irmãozinhos ciumentos...rs. Marcos todos nós temos ciumes intensos e ainda bem que eles surgem na infância e temos um tempão para aprender a lidar com eles antes que nos tornemos pessoas adultas perigosas.
Um bonito texto cheio de recordações que despertam a nossa.
beijos

Socorro Melo disse...

Olá, Marcos!

Que bom que você se rendeu ao sorrizinho da irmãzinha!
Mas, você não era mal não, viu? Era só um bebezinho ciumento, rsrs É natural que se sentisse rejeitado, acontece com todos.
Os cheirinhos dessas marcas são inesquecíveis, também lembro-me deles com saudades.

Grande abraço
Paz e Bem!
Socorro Melo

carla disse...

Olá ! Gostei do teu blog e aqui estou a comentar :) é bom recordar a infancia ós produtos johnson sao conhecidos pelo mundo todo ehhee foi bom recordar e outros não conheço . bjo e se te apetecer entra em meu blog
bjo~

Crla Granja

Ivana Maria disse...

Seus textos sempre tão maravilhosos me fazem dar boas risadas. Esse então...tá com um cheirinho bom!!! rsrs Mas estou triste, meu amigo. Ontem tive uma experiencia terrivel com o Secretário municipal de educação de Natal (o tb vice-presidente do PV no RN) o senhor Walter Fonseca. Não me recordo de ter conhecido alguém tão mal educado, triste, frio e desumano. Se ele foi, como sempre conta, uma pessoa humilde, com certeza se perdeu pelo caminho do poder. Talvez pense ser eterno e inatingível para sempre. bjs

Ana Cristina Caldatto disse...

aimmm eu lembro do talco de ursinho....
que saudades!!!

Marcos vc recebeu minhas imagens de maizena 1945?

Fernanda disse...

Meu Deus, esse blog é o máximo!!!
parabéns pela incansável pesquisa...

Daniela! disse...

Adorava a linha Pom-Pom. De uma qualidade ímpar que não se manteve, cá entre nós.

Daniela! disse...

Adorava a linha Pom-Pom. De uma qualidade ímpar que não se manteve, cá entre nós.

Lia/floripa disse...

O Igiapel virou Higiapele, o Cremóleo é o creme par prevenir assaduras. Não mudaram só os nomes, as embalagens eram,no meu tempo ao menos,de VIDRO! quase nada era plástico. Nem os talcos, eram embalagens de papelão. Depois é que começaram trocar por plásticos, como o ursinho Pompom.

Nilva/Londrina disse...

Esse creme para crianças era maravilhoso, eu e muitas colegas de escola usamos por muito tempo no rosto quando éramos adolescentes Até hoje me lembro do cheirinho gostoso e especial que ele tinha e do efeito refrescante e saudável que ele produzia na pele. Pena que não fabricam mais,gostaria de usá-lo novamente.Era muito gostoso o seu cheirinho!