.

.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

SABONETES ALMA DE FLORES ,SOLIS, CINTA AZUL E VINÓLIA ! PURA ESSÊNCIA DE SAUDADES...

Antiga embalagem do Sabonete Alma de Flôres ( quando do seu lançamento na década de 50). Esta mesma embalagem atravessou décadas perfumando e encantando todas as mulheres...
Somente na década de 90 é que a embalagem começou a sofrer  alterações. E na seqüencia acima vemos a embalagem de 1991, 2001 e 2003 (todas já sem o acento circunflexo na palavra flores). Logo mais abaixo, a versão 2011 do sabonete Alma de Flores... Com o mesmo glamour, requinte e  tradicionalíssimo de sempre. 
O sabonete ALMA DE FLORES surgiu em 1949 e é um dos mais importantes produtos de sua empresa. Uma linha clássica e perfumada que reúne finíssimas essências de rosas, jasmim e flores de lavanda. Desenvolvida para mulheres sensíveis, delicadas e românticas. É emoção a flor da pele! Dizem que Alma de flores tem o cheirinho das nossas avós... Acho que faz sentido!

O sabonete SOLIS era o mais tímido de todos, sem glamour e despretensioso. Sua embalagem no começo era branca com tons azulados. Somente depois (acho que na década de 70) é que "vestiu uma roupinha mais alegrinha", adotando nova embalagem com tons variantes na cor verde. Tinha um aroma cítrico e bem discreto.
 O sabonete SOLIS permaneceu no mercado até o início dos anos 80.
 Embalagem do sabonete SOLIS na década de 70.
O sabonete CINTA AZUL era um produto barato e bastante popular na década de 70. Popularíssimo! Lembro que tanto o sabonete quanto o talco eram vendidos nos bancos de feira.
No entanto, minha tia fala que o sabonete CINTA AZUL, nas décadas de 50 e 60, era um produto reconhecido, chegando inclusive a patrocinar um seriado de grande audiência na TV Tupi: “O sabonete CINTA AZUL tem o prazer de apresentar... Batmasterson !".
Bom, não tomei banho com o sabonete e tão pouco assisti ao seriado... Mas o Talco? Nos carnavais da minha infância? Ah!!! Esse eu usei. Não existia Mela-Mela melhor do que aqueles com o talco CINTA AZUL...
Os sabonetes VINÓLIA Possuem uma fragrância marcante, inspiradas no melhor dos sofisticados perfumes internacionais. "Os sabonetes VINÓLIA foram criados para oferecer à mulher a possibilidade de vivenciar, no cotidiano, as diferentes formas de expressão de sua feminilidade e sensualidade. Essa é a irresistível diferença de Vinólia”. Eu adorava o aroma desses sabonetes. Era o preferido da minha mãe na época! Ainda hoje   encontramos sabonetes VINÓLIA nas prateleiras dos supermercados. É só procurar...

7 comentários:

Lusa Vilar disse...

Quando eu estudava em São José do Egito, 1960 a 1966, Jõao Alexandre, hoje Dr.João, era meu colega de ginásio. Ele sabia matemática demais.Todo ano eu ficava para a prova final, então ele me dava aula particular e eu o presenteava com sabonetes Alma de Flores.Eu tinha estoque,mãe tirava lá da mercearia do meu pai.João Alexandre na Gestão de Jarbas foi Secretário Executivo de Sáude do Estado. Apesar de ter sido Secretário de Estado, não nega que já deu aulas em troca de Sabonete, e ALMA DE FLORES! kakaka, bjs Lusa

Freddy Simões disse...

Pôxa, passou um filme da minha cabeça! O sabonete Alma de Flores me faz lembrar da minha saudosa avó. Ela só usava essa marca. E me recordo que a fragrância era deliciosa e que eu ficava com uma sensação de relaxamento após o banho com esse sabonete. Bons tempos! Quanto ao sabonete PHEBO, lembro-me de que minha irmã mais velha, Dagmar, costumava usá-lo. Realmente era um sabonete exótico, com um aroma bem diferente de todos que existem hoje.

Rapaz, você fez um verdadeiro trabalho de pesquisa sobre a história dos sabonetes! Parabéns, caríssimo!

Memphis Queiroz disse...

Olá pessoas!
Quero deixar uma observação muito válida para mim... Meu nome é Memphis e em alguns momentos de minha vida ganhei sabonetes Almas de Flores de amigos... por ter meu nome... e o mais engraçado que eu descobri hoje... que a mulher que criou o sabonete leva não somente o meu nome mas o dela também... Achei surpreendente.... rs...Abraços a todos...
Memphis

Mel disse...

Olá pessoas!
Quero deixar uma observação muito válida para mim... Meu nome é Memphis e em alguns momentos de minha vida ganhei sabonetes Almas de Flores de amigos... por ter meu nome... e o mais engraçado que eu descobri hoje... que a mulher que criou o sabonete leva não somente o meu nome mas o dela também... Achei surpreendente.... rs...Abraços a todos...
Memphis Queiroz

Anônimo disse...

Puxa vida!!! que bom lembrar do sabonete solis... Lá em casa usavamos muito um chamado lifebourg - de embalagem branca com um espiral azul ( era dos simples mas cheiroso!) Valeu mesmo!!! abraços

Danykapower disse...

Puxa, Dhotta, não sei por que... Mas me sinto mais renovada quando tomo um banho de cinco minutos com um sabonete Alma de Flores (eu detesto o desodorante tradicional,da embalagem azul, mas gostei muito do de fragrância de jasmim, vai entender), Francis, Senador ou Super Original do que com um Dove. Só que eu implico um pouco com o Phebo atual. Antigamente, se eu não estiver equivocada, ele fazia mais espuma...
E sem falar em Vinólia. Consigo me lembrar até das fragrâncias de alguns sabonetes da marca em meados dos anos 90. Uma mais deliciosa do que a outra. Confesso que há mais de dez anos não vejo um Vinólia nas prateleiras.
Eu poderia ficar digitando horas e horas aqui citando sabonetes de que sinto saudade ou os que ainda uso. Eles não tinham / têm nada a dever pros da Natura, Boticário, cujos preços de seus kits com 3 produtinhos do gênero dão pra comprar 10 Lux ou 12 Almas de Flores.
E viva não o moderno, mas o eterno!

Anônimo disse...

Quantos sabonetes antigos!
Achei o blog em uma busca por um outro sabonete, q eu usei qdo era pequena, não lembro bem como era a embalagem e nem o nome, mas era alaranjada (se não me engano), era infantil e tinha o desenho de um menino ou uma menina com o contorno do corpo para recortar... Nem lembrava mais que existia, aí há uns 4 anos atrás vi numa exposição mas não pude tirar foto. Vc lembra dele? Gostaria tanto de saber o nome ou ver uma imagem.. ahh, era dos final dos 80 e inicio dos 90's.
Abraço!