.

.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

O BONECO MUG - UMA JOGADA DE SORTE ?! -

O Boneco MUG foi um verdadeiro acontecimento na década de 60, e todo mundo queria o tal do boneco da Sorte. Foi criado por João Evangelista Leão em 1966. No começo funcionou como mascote para uma marca de roupas também chamada MUG. E em pouco tempo caiu nas graças no povo brasileiro. O boneco MUG era algo esquizóide e sinistro. Era um não sei o que... Não era um bicho e muito menos se parecia com gente. Era todo preto, usava uma saínha xadrez e tinha cabelos vermelhos cheios de pontas (acho que aquilo eram cabelos... sei lá!). Os braços eram maiores que o próprio corpo, chegava a arrastar no chão de tão grandes. Havia um modelo grande e outro bem pequeno, freqüentemente pendurado no espelho retrovisor dos automóveis “para proteger os motoristas”. Vixe!!!
Uma grande campanha publicitária foi desenvolvida para a promoção do boneco. E de repente, do nada, o MUG foi transformado em celebridade e mascote nacional. Um verdadeiro amuleto da sorte! Quem o tivesse em mãos, no trabalho, em casa, no carro ou em qualquer outro lugar, estaria protegido.
Esse famoso boneco passou pelas mãos de diversos artistas como Chico Buarque, Wilson Simonal, Maurício de Sousa, Hebe Camargo entre outros... O danado do boneco ganhou fama de ser o talismã dos artistas. Um amuleto capaz de trazer e garantir sucesso para muita gente.

O cantor Wilson Simonal foi o maior garoto-propaganda do “Mug da Sorte”. Chegou até a compor um samba juntamente com José Guimarães para homenagear o boneco.
O MUG da sorte foi tema de carnaval, charges de jornal, capa de LP, fantasias, chaveiros e muito mais... Só que um belo dia, o bonequinho esquisito desapareceu do mercado e nunca mais foi visto em lugar algum. Dizem as más línguas que depois de um tempo, o MUG foi considerado um tremendo Pé - Frio. Esse teria sido o verdadeiro motivo do seu sumiço. Atualmente o boneco é disputado por colecionadores do Brasil inteiro. Eu não sou do tempo do MUG, mas gostaria de ter tido um. Quem sabe não há possibilidades no mercado para um relançamento? Se lançarem, eu compro!

17 comentários:

Anônimo disse...

Dhotta, menino nesta época coitada de mim! só podia ter mesmo uma calunguinha: aquela bem pequena e uma boneca de pano que chamavámos de bruxa. Mas mesmo assim criava história do arco da velha, sempre tive uma imaginação muito fertíl.

Ah,hoje no meu carro tenho uns sapos, vai ver que estou a procura do principe encantado, né?
Obrigada por nos brindar com enredos que nos remete ás nossas lembranças.
Enaide Alves

Paulo Braccini disse...

kkkkkkkkkkkk ... minha irmã tinha um Mug ... delícia ...

bjux

;-)

Lusa Vilar disse...

Interessante é que comecei a ler o primeiro comentário para esta postagem, e o "Anônimo" dizia que só teve direito à bruxa de pano, rsss. Logo imaginei que fosse Enaide, minha prima. E não é que era mesmo, kkk... Pois bem, Dona Enaide, lá em casa havia um montão dessas bruxas e elas eram confeccionadas por Bastiana, lembra dela? Com a morte de Bastiana, suas filhas, ou netas, não me lembro bem, ficaram trabalhando por ela. Nós éramos assíduas compradoras.Quando ficávamos insubordinadas, minha mãe ameaçava rasgar as coitadas das bruxas, era o maior chororô, kkkk.
E você Dhotta, se encontrar o Mug, trate logo de comprar 02, eu adorei a fofurinha desse boneco.
Na época do Mug eu já tinha 10 anos, bem que merecia ter ganhado um.

Suas postagens são por demais bem escritas, a cada catrevagem que você nos apresenta me dá uma saudade enorme daquelas que conhecia e uma curiosidade maior ainda para as que nunca tinha ouvido falar.
Beijos, amigo!

Dan disse...

Oi Dhotta,

Recordar é viver...
Se achar um, me avise se existir mais.

Abraços

Paulinho Patriota disse...

Queridíssimo,

Eita como é delícia deitar-se na tua rede risonha da relembrança.

Gostosa também foi a rememoração da figura de Dona Sebastiana,por Lusa,cujas mãos de fada edificou fadas ao sonho das meninas da Itapetim de outrora.

Por falar em mascote,Bamba venerava um. Ou melhor,uma. Não tão suntuosa,porém: era a boneca "Wanderléa",de plástico maleável e pernas cambonas. Coqueluche itapetinense durante longo período.

Abraço ternurante.

Anônimo disse...

Santo Deus Lusa, Eu tenho uma imaginação fértil, mas uma memória muito ruim.
Não, eu não me lembro de Sebastiana. E não, é que eu tive sorte pois ainda pude brincar com a calunguinha e a bruxa de pano.
Pior foi Lêda, ela me disse que brincava com uma espiga de milho e folha da momona, folha esta que ela fazia de conta que era uma sombrinha. kkkkkkkkkkk

Tertúlias... disse...

O Mug... e eu acredito????? Todo mundo tinha um, nao é?

Marliborges disse...

O Mug? Que saudades, hehe! Eu tinha um, tão lindinho! rsrs
bjsssss

Marco disse...

Ré, ré, ré...
Eu tive um chaveiro do Mug...
Lembro que era uma febre, mesmo. Que nem o anel carcará.
Bem lembrado.
Carpe diem. Aproveite o dia e a vida.

Ana Panhoza disse...

Eu tive um Mug que me foi dado por uma vizinha querida. Eu tinha uns 2 anos e tenho fotos com ele. Foi muito querido pra mim, como minha Susi. Sinistro, mas querido.
Obrigada pelas fotos> matam a saudade!!

Dif.@Corujinha...Amiga! disse...

Ah, que saudade , eu tinha esse boneco..smf, smf tem como compra-lo?
meu blog para contato
deniseibarra@oi.com.br

Dif.@Corujinha...Amiga! disse...

Ah, que saudade , eu tinha esse boneco..smf, smf tem como compra-lo?
meu blog para contato
deniseibarra@oi.com.br

Dif.@Corujinha...Amiga! disse...

tm como compra-lo?

byFolena disse...

ofereço replica do boneco Mug da Sorte perfeita de medidas originais valor R$100,00,é só me contatar folenasp@hotmail.com envio para todo Brasil,custo adicional

Fucaléo disse...

Mug. Contato D Ana. Cel 011-994534923
Tatuapé. Zona Leste

Denis Bomfim disse...

Também fiz algumas réplicas do MUG. do grande e do pequeno...
Aos interessados favor entrar em contato:
drsbomfim@ig.com.br

Grato.

Denis Bomfim disse...

Eu fiz algumas réplicas do MUG para comercializar, do grande e do pequeno,e tenho disponível para entrega imediata , contato:

drsbomfim@ig.com.br

Grato.