.

.

sábado, 12 de novembro de 2011

A NESTLÉ TEM MAIS DE 100 ANOS! E NÓS, COMO FICAMOS?


Ultimamente entro num supermercado e me sinto apoquentado. Verdade! Fico jururu, macambúzio e “meio” que triste. Isso mesmo, triste! Incomodado de olhar para as prateleiras e ver que as marcas e os produtos não envelhecem nunca. Sério! Existem produtos “centenários” que continuam lindos, gostosos e super-mega necessários para milhões de pessoas. Parecem que se renovam junto com o tempo, pois entra década e sai década e eles continuam lá nas prateleiras, como se tivessem nascidos ontem. Definitivamente! Na outra vida quero reencarnar numa lata de Leite Moça da Nestlé. Pronto! Falei...

Antes de tudo tenho que avisar: Este post NÃO é publicitário. É que gosto de resgatar produtos e marcas que fizeram (e ainda fazem!) parte das nossas vidas...  Entenderam né? Não existem ganhos. Ganhos aqui só os afetivos e memoriais.

E por falar em Nestlé!!! Estava eu folheando minhas revistas de “tempos dantanho” quando percebi que - na maioria das páginas - a Nestlé e suas antigas propagandas eram figuras constantes. E o mais incrível, muitos “daqueles” produtos das décadas de 40, 50,60 e 70, ainda estão por aí, espalhados nas prateleiras dos supermercados e nas campanhas publicitárias do mundo inteiro...

Incrível mesmo! Os produtos Nestlé foram chegando, chegando e de repente... Invadiram nossas casas, nossas cozinhas e passaram a fazer parte da família.  Eu até hoje - com quarenta anos e lá vai bolinhas - tomo café da manhã com uma lata de Farinha Láctea do lado.  Sou viciado em mingaus e papas de Farinha Láctea. Pudera!!! Faço parte de uma geração cujas mães adoravam ver os filhos redondos e abaloados. O bebê ter mil e uma dobrinhas do pescocinho pra baixo, era tudo que há. O mais importante naquela época não era comer bem... E sim, comer muito! Era preciso ter “sustança”. Ainda lembro da minha avó materna falando: “Menino magro que não come... Não se cria! E o que é pior, nem pro céu vai”. Pronto! Tendeu, né?... E, lógico! Para não morrer um “erê” e ir direto para o inferno, o melhor negócio era comer mesmo.  E como eu comia...

13 comentários:

Socorro Melo disse...

kkkkkkkkkkkk Encarnar numa lata de leite Moça? Essa é boa!

Mas, é verdade, esses produtos são incrivelmente atuais. Quanta solidez, hein? Quem dera permanecéssemos sempre jovens, como as latas de leite moça, que não vêem o tempo passar...

Um abraço
Socorro Melo

JAN disse...

"reencarnar numa lata de Leite Moça da Nestlé."
EU QUERO, MAS QUERO REENCARNAR NA PRÓPRIA NESTLÉ, COM TODOS AQUELES PRODUTOS SEMPRE ATUAIS:-)))))
BEIJÃO

JAN

Dona Sra. Urtigão disse...

Nada a ver, mas também tem a ver, Maizena agora é transgênica...

Cristiane disse...

Oi Marcos, lí todos os posts sobre a Nestlê, e nem preciso dizer que adorei tudinho né?!!
Quanta coisa bacana que a gente fica sabendo de coisas que fazem parte da vida da gente durante toda a vida....
Os rótulos e suas modificações, passando de geração em geração, contando a história de cada um...
Parabéns, você acertou de novo e foi no nosso coração, amo ler suas histórias viu!!!
Bom domingo pra você...
Cris.....

Olho no olho. disse...

Oi Marcos.
Só a qualidade do leite que vem nas latas de hoje infelizmente não é a mesma. Lembro-me que na minha infância minha mãe comprava uma lata enorme, creio que nelas deveria ter pelo menos uns dois kg de leite.
E o gosto. . . Hummmm, que delícia!
Dentro vinha uma conchinha pequena, uma espécie de medidor de alumínio que adorava encher de leite e literalmente jogar na boca, correndo até o risco de me engasgar.
Um abraço.

Dani e suas histórias ... disse...

Querido Marcos...Marquinhos...pôxa na lata de leite moça, a ha ha ha haaha ha ha. Você está a cara do George Michael nessa nova foto!!
Olha só não sei tu sabes, a Nestlé é sólida, mas muito, muito persistente... O seus produtos são "meio que" perseguidos, COMBATIDOS, vc não sabia? O pessoal da amamentação simplesmente O-DE-IA O LEITE NINHO, e talvez disso vc não saiba, se bem que acho difícil pois é vc é sempre ultra bem informado, a Nestlé fazia a propaganda (meu Deus que ingenuidade) da substituição do leite materno pelo leite Ninho...sendo que hoje se sabe e é provado cientificamente que o ideal é a amamentação no peito até 2 anos no bebê. Enfretaram algumas ações certamente por isso, sabia? Sobre a Farinha Láctea A-MO e adoro. Beijus, Dani

Luma Rosa disse...

Nunca parei para pensar na tempo de existência das marcas e além da Nestlé, são poucas que resistiram ao tempo, não?
Não faço uso de leite em pó e sou da turma à favor do leite materno - até mesmo para combater as tais dobrinhas (obesidade infantil) - Uso o "Chocolate do Padre", creme de leite e leite moça, achocolatados, chocolates e acho que só!
Minha próxima ida ao supermercado, tenho certeza que lembrarei desse post ;) Beijus

VELOSO disse...

Esse post deu agua na boca!
Feliz Natal e tudo de bom em tudo e sempre !

Fernanda disse...

Lá no blog tem uma homenagem a todos que partilharam comigo a estrada que leva a um novo ano, espero que de muitas alegrias e realizações. Espero a sua visita!

"Já que é improvável que 2012 seja diferente de qualquer outro ano, que a novidade sejamos nós" ( Martha Medeiros)

*Amo os produtos da Nestlé

Ana Cristina Caldatto disse...

Marcos fiquei feliz com seu recadinho no meu Blog,

fiquei na duvida se na sua coleção falta a ovelhinha...
vou olhar na proxima vez a minha lata com maior atenção e se tiver a ovelhinha por lah eu lhe presentearei...

aproveito pra dizer que seu blog é tudo de bom... uma super mega fonte de informações para apreciadores de momento nostalgia como eu rsrssrrs
vivo por aqui em busca de imagens...
e caso meu blog tenha alguma imagem que venha contribuir para seu belo arquivo vc pode utiliza-la a qualquer momento...

abraços e feliz 2012...
que 2012 vc consiga mais e mais belas postagens lindas para nossa felicidade!

LucianaW disse...

Oie...conheci seu blog através da Ana...adorei...gosto muito de vintage e retrô! Parabéns pelo conteúdo! Bjs

LucianaW disse...

Então Marcos, quando der vem visitar a loja, tú mora em Sampa?? Bjs

Danielli Gomes disse...

A NESTLÉ TEM MAIS DE 100 ANOS! E NÓS, COMO FICAMOS?
Resposta: Gordinhos! heheheh